Domingo, 22 de Abril de 2007

POLÍCIA DEMOCRÁTICA III

 

 

 

III

 

            A “receita” de Volmer é tradicional e de natureza “moralista” uma vez que – normalmente após esgotados outros meios – faz apelo às virtudes do agente policial.

            No entendimento de Dominique Monjardet, sendo igualmente necessários, a mudança organizacional e o apelo à virtude caracterizam-se por tentarem dissolver, por um lado, na organização policial e, por outro lado, no indivíduo polícia, aquilo que resulta da vida em sociedade. Razão pela qual os movimentos de reforma não têm fim e transformam as polícias e os seus agentes em autênticos laboratórios de inovação e desenvolvimento, submetendo-os a uma autêntica chuva de directivas, regulamentos, leis e reformas.

Estas, por demais mediatizadas, acabam por pouco ou nada mudar verdadeiramente, uma vez que os grandes dilemas da instituição polícia têm origem no âmago do social. Não se acaba com o conflito entre a força e o direito; nem com as dúvidas sobre um código deontológico recheado de incertezas e passível de interpretações.

Não há tratamento policial para os dilemas, as dúvidas e as contradições da sociedade, pelo que os dilemas e as contradições devem permanecer abertos, sujeitos a uma mediação pública e profissional entre a polícia e a sua “clientela”.

Falta inventar o conjunto de meios, dispositivos, instâncias, pelos quais a acção policial é mediatizada, isto é, reinserida na construção permanente da ordem social pela própria sociedade. A vulgata policial atribui esse papel ao direito, mas a sua aplicação efectiva apenas é parcialmente reconhecida em matéria de criminalidade.

Mas “quem guardará os guardas?”

Numa sociedade democrática, daqui resulta a manutenção da actividade mediadora da polícia “debaixo de olho” e submetida a debate público, o que lhe faculta obter a representação social de uma profissão.        

 

 

sinto-me: ..........insatisfeito.
tags:
publicado por Zé Guita às 06:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Portal dos Sites

.publog

.Comunidade

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post