Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009

SONHAR A GUARDA

           Pola Lei e Pola Grey foi a divisa de D.João II ao tomar o poder, apoiado nas ruas pelo povo que sofria os abusos dos nobres. Esse grande vulto que a rainha de Espanha designou como O Homem e que, conforme Veríssimo Serrão refere ao prefaciar a Crónica de Garcia de Resende, desde muito novo sentira a res publica como ideal que transcende o detentor do poder e o irmana com a grei. Para a posteridade fica a imagem do Príncipe Perfeito: do legalista que impôs com dureza os direitos da Coroa, mesmo com sacrifício dos familiares e cortesãos; do rei que foi certo e constante na justiça para impedir atropelos à Coroa e protector dos povos; do sonhador governante que, para além de outros projectos, ordenou o descobrimento da Índia.

            A divisa do Príncipe Perfeito, num sonhador golpe de asa, foi assumida pela Guarda. “Pela Lei e Pela Grei” é o farol orientador nos caminhos em busca da utopia: o esforço legalista para impedir atropelos à soberania do Estado; o trabalho de protecção ao serviço das populações. Conforme a tradição, “Hora a Hora a Guarda Melhora”, mas em época de crise torna-se indispensável “adivinhar perigos” e sonhar mais longe.

            Enquanto colectividade humana organizada, com uma vivência peculiar, a Guarda deve ter uma individualidade duradoira e permanente muito baseada na utopia de realizar o modelo institucional perfeito e perdurar no meio social. Para prosseguir voluntariosamente os caminhos que levem a alcançar tal meta, convém à Guarda – ao serviço do Estado ainda soberano e do Povo que continua vivo como nação - centrada em desígnios próprios e despojada de interesses alheios, seleccionar de entre os seus alguns loucos e mantê-los a sonhar, incentivando objectivamente os esforços para alcançar a utopia.

            Apesar das cedências dos cansados Velhos do Restelo e dos temporais dos ameaçadores Mostrengos, há muita vida na Instituição, a Guarda pode ser e singrar como Portugal no descobrimento de um Oceano Moreno. Deus quer, o Homem sonha, a Obra nasce.

 

sinto-me: inspirado
publicado por Zé Guita às 07:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Portal dos Sites

.publog

.Comunidade

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post