Domingo, 11 de Outubro de 2009

LEVANTAR O QUINTO IMPÉRIO

Triste de quem vive em casa, ...

Sem ... um sonho, no erguer de asa...

Triste de quem é feliz!

Vive porque uma vida dura.

Nada na alma lhe diz ...

Ser descontente é ser homem.

Que as Forças cegas se domem

Pela visão que tem uma alma! ...

E assim, passados os quatro

Tempos do ser que sonhou,

A terra será theatro

Do dia claro, ...

Quem vem viver a verdade?

 

Fernando Pessoa - MENSAGEM

 

 

A utopia do destino universalista de Portugal foi assumida durante séculos pela maioría dos pregadores da Igreja ncional portuguesa, como forma de congregar a nação no esforço para resolver crises graves.

É relevante o padre António Vieira que, no século XVII, pregou sobre o Quinto Império, inspirado por profecias bíblicas e integrando as do Bandarra, com uma finalidade evidente de restabelecer o velho sonho da grandeza de Portugal. Destacando-se como paladino do sonho milenarista do Quinto Império, para ele realidade futura de cujo advento se não podia duvidar, pois tinha por alicerce uma promessa divina, evocou, à maneira de exemplo a seguir pelos Reis, os sonhos do Faraó e de Nabucodonosor como prenunciadores do Futuro.

A alusão ao Quinto Império fá-la inequivocamente, inscrevendo-a como um feito português na sequência dos quatro anteriores impérios universais: os dos assírios, dos persas, dos gregos e dos romanos.

Fundamentando-se nas Escrituras sagradas e nas falas sobre o imperador que Jesus prometera à Igreja, Vieira afirma-se convencido de que o Quinto Império só pode ser português.

Invocando a fala então incontestada de Jesus ao rei Afonso Henriques em Ourique - "Quero em ti e na tua geração criar para mim um Império" - Vieira elabora na linguagem vaga e esotérica das profecias no sentido de que o Quinto Império seria de ordem temporal e espiritual, guiado por Portugal.

 

            Ao respigar o "livro-Maior" de Fernando Pessoa ganha vulto uma utopia do Quinto Império - agora reformulada face a Grécia, Roma, Cristandade e Europa colonial que viveram no auge, envelheceram e tiveram morte pelo desaparecimento.

            O Quinto Império sonhado pelo poeta é uma abstracção, traduzida na expressão "Quem Vem viver a Verdade?", na acepção de Luz, Cultura e sendo entendida como "Quem vem viver o Quinto Império?".

 

sinto-me: inspirado
publicado por Zé Guita às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Portal dos Sites

.publog

.Comunidade

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post