Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

VIVER O QUINTO IMPÉRIO

“É claro que acredito no Quinto Império”

Agostinho da Silva

 

            Dando continuidade ao mito do Quinto Império, destaca-se, mais próximo, Agostinho da Silva, filósofo, poeta, ensaísta e pensador, empenhado na prática para a mudança da sociedade.

            Assumiu peremptoriamente acreditar no Quinto Império, “porque senão o acto de viver era inútil.” A utopia consiste em conceber um império sem os clássicos imperadores, que leve às nações do mundo uma filosofia capaz de abranger a espiritualidade, envolvendo toda a Humanidade. Agostinho intitulava-se cavaleiro do Espírito Santo e defendia que tal império viria pelo poder da oração.

            Colhendo na seara de Adriano Moreira, “O sebastianismo não parece ser apenas a carência e esperança de uma liderança redentora … Do padre António Vieira a Fernando Pessoa e Agostinho da Silva, a saudade do futuro, com expressão no Quinto Império, traduz assim a teimosa esperança de retomar o fio da história quebrado em Alcácer Quibir…”.

Perante as contingências impostas pelo mundialismo a Portugal, Agostinho da Silva questionava: “O Império acabou. E agora?” Constatando-se que a revolução de Abril de 1974 não foi propícia a seguir a visão orientadora chamada Quinto Império, de Vieira e Pessoa, colhe a conclusão: “Pode ser que o Rei não tenha morrido em Alcácer Quibir… mas definitivamente o Rei morreu nos treze anos da Campanha de África a que o 25 de Abril colocou um ponto final.” E, na senda do Quinto Império, inquietava-se com a falta de projecto, à semelhança do realizado por Viera ao advogar que a dinastia de Bragança abandonasse o território europeu para se instalar no Brasil.

A ideia central do Brasil como esteio também foi projectada por Agostinho, que mantendo a invocação da confiança em Deus, advogou no plano político a criação de uma Comunidade Luso Brasileira, muito orientada por valores religiosos e culturais.

Embora mantendo-se alheio a qualquer ortodoxia, parece evidente que a cultura cristã tem a ver com clara aproximação à igreja portuguesa, designadamente quando afirma que “Deus é sempre duplo, aquele que é, e aquele que eu entendo; a este chamo Cristo”. Assim, interessando-se pelo lado humano, o seu ideal de santidade e um comportamento despojado empurravam-no para a utopia.

Tendo mergulhado profundamente na sociedade brasileira, procurou integrar os contrários seguindo a ideia de Fernando Pessoa de que a comunidade seria sobretudo um estado de espírito, sem raiz étnica, sem limites ao acolhimento, uma visão do que é ser português. Vagabundeando largamente, Agostinho multiplicou as amarras do espírito que havia de sobreviver à derrocada política da sociedade, explicitando assim a sua sentença: “só então Portugal, por já não ser, será.” É uma visão do Quinto Império, em que os homens de referência, em vez de guerreiros e conquistadores, são “mensageiros que profetizam para além dos tempos; ou dito de outro modo, fazendo valer o tempo longo dos princípios sobre o tempo breve das conjunturas”.

 

sinto-me: inspirado
publicado por Zé Guita às 18:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.contador

.Portal dos Sites

.publog

.Comunidade

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post