Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

FOLHEANDO

FOLHAS SOPRADAS AO VENTO

(Homenagem póstuma ao Major ANTÓNIO ACÁCIO ANDRADE SILVANO, Homem Bom, Profissional Dedicado, Camarada nas crises, que bem serviu a Guarda)

            É cada vez mais rápido o escorrer da areia na ampola superior da clepsidra, o que torna cada vez menor o tempo restante. Talvez daqui, os impulsos ocasionais para folhear livros cuidadosamente guardados mas incompletamente explorados, descobrindo e reavivando ideias enriquecedoras de um pensamento que continua em construção. E o desejo de lançar algumas dessas folhas, não caídas mas muitas vezes esquecidas, ao sopro cada vez mais forte dos ventos da mudança cultural e civilizacional em curso. Pode acontecer que sejam lidas por alguém que nelas encontre algum reforço para agir no sentido de preservar o eixo, mantendo a roda a girar em torno de valores duradouros.

 

 

 

ANACLETOS

“A cultura está acima da diferença da condição social.”

“A essência do conhecimento consiste em aplicá-lo, uma vez possuído.”

“Nem todos podem ser ilustres; mas todos podem ser bons.”

“Por natureza, os homens são próximos; a educação é que os afasta.”

“Querem que vos ensine o modo de chegar à ciência verdadeira? Aquilo que se sabe, saber que se sabe; aquilo que não se sabe, saber que não se sabe; na verdade é este o saber.”

“Pode-se induzir o povo a seguir uma causa, mas não a compreendê-la.”

“Ver o bem e não fazê-lo é sinal de covardia.”

“De nada vale tentar ajudar aqueles que não se ajudam a si mesmos.”

“O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros.”

“Até que o sol não brilhe, acendamos uma vela na escuridão.”

“O sábio envergonha-se dos seus defeitos, mas não se envergonha de os corrigir.”

Confúcio

 

 

 

LEGADO POLÍTICO DO OCIDENTE (O HOMEM E O ESTADO)

“Os livros de que mais se fala são sempre aqueles que menos se lêem.”

“A ida às fontes é um dos princípios elementares da verdadeira crítica”

“Os grandes textos literários dirigem-se, principalmente, às inteligências dos homens cultos. Ao passo que os textos políticos se dirigem á colectividade, de cultos e incultos”

“A sociabilidade não é um dom passivo da nossa natureza humana. Temos de lutar constantemente para que ela vença outra tendência, também natural, a do egocentrismo. A vida social, tanto como a vida pessoal, é uma tensão constante”

Alceu Amoroso Lima

 

            “A importância do discurso de Péricles na história do pensamento político desmente … a convicção de que os escritos ficam e as palavras voam. O mesmo se passou com Sócrates. Outro exemplo mais significativo é o de Jesus, o qual apenas escreveu uma vez, sobre a areia e do que escreveu não ficou notícia. … A experiência moderna da comunicação … ajudou a compreender que a eficácia social e política da mensagem depende do entendimento do destinatário e não da intenção de quem a formula.”

            O discurso do chefe carismático Péricles, aquilo que pretende fixar é a imagem do poder. … A imagem … é um ingrediente da força.”

Adriano Moreira

 

            “A maioria dos que até este momento pronunciaram discursos neste lugar fez o elogio deste costume antigo de honrar, perante o povo, aqueles soldados que morreram na guerra, mas a mim parece-me que as solenes exéquias que publicamente celebramos hoje são o maior elogio daqueles que, pelo seu heroísmo, as mereceram.

            “… sabemos empreender as coisas juntando a audácia à reflexão … A glória da República deve-se ao valor desses soldados … Tiveram confiança neles mesmos  … ante a incerteza do êxito. … pensai a que vos obriga o seu valor e heroísmo. … Doravante, os seus filhos, se são menores, serão educados até à adolescência, correndo os gastos a cargo da República.”

Péricles

 

publicado por Zé Guita às 12:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Portal dos Sites

.publog

.Comunidade

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post