Segunda-feira, 8 de Março de 2010

FOLHEANDO - VIII

Teixeira de Pascoaes e a Pátria-Saudade

Visionário, poeta e pensador, por alguns considerado “um pensador maior europeu e mundial”, Teixeira de Pascoaes empenhou-se no estudo do “homem transcendente, o além homem, que o português encerra. Estudemos o Português do Cosmos, oculto no Português do extremo ocidental da Ibéria.” No entanto, “conheceu o silenciamento que cada terra sempre reserva aos seus maiores profetas.” (Editorial da revista Nova Águia, nº 4. Sintra: Zéfiro, 2009)

Ao analisar a relação dos portugueses com Portugal, na actualidade, Eduardo Lourenço interpreta em profundidade o imaginário saudosista do poeta e filósofo Teixeira de Pascoaes, que insistentemente aponta como sendo “um dos maiores poetas portugueses”, conferindo à sua mística Saudade uma quarta etapa entre os cinco grandes momentos da autognose nacional e clarificando a relação do escritor com a sua pátria, uma pátria a ser feita e não apenas já feita, visando, numa postura de confiança com um perfil exaltante, “repor Portugal na sua grandeza ideal tão negada pelas circunstâncias concretas da sua medíocre realidade política, económica, social e cultural”.

Segundo o ensaísta, o Ultimato terá abalado fortemente a entidade pátria, exaltando à convergência de todas as imagens da Nação, colocando a Pátria como tema supremo e conjugando o discurso pessimista com a exaltação patriótica. Assim, é entre a Pátria de Junqueiro e a Mensagem de Pessoa, que Eduardo Lourenço analisa “a invenção suprema – e porventura a mais genial jamais saída da imaginação lusíada – a da Pátria-Saudade de Teixeira de Pascoaes”.

O autor de Arte de Ser Português distingue a pátria da História da pátria Ideal, “que é simultaneamente a transmutação idealizante e idealista mais genial que o tema pátria acaso inspirou”. O Portugal dos fins do século XIX, princípios do século XX, assistirá a uma operação de magia poética incomparável destinada a subtraí-lo para sempre ao complexo de inferioridade anímico que a Geração de 70 ilustrara. O verbo de Pascoaes resolve a nossa pequenez objectiva, origem dos temores pelo nosso futuro e identidade, ao colocar Portugal fora do mundo e fazendo desse estar fora do mundo uma Realidade. Permite assim uma osmose constante entre o homem e a Realidade, ao sobrepor à realidade pátria uma Pátria-Saudade. (Eduardo Lourenço - O Labirinto da Saudade, Psicanálise Mítica do Destino Português. Lisboa: Gradiva, 2000.- Portugal como Destino seguido de Mitologia da Saudade. Lisboa: Gradiva, 1999, 2ª ed.).

         Pascoaes afirma a existência de uma alma portuguesa, que deve continuar sob a forma espiritual a obra iniciada com os Descobrimentos, profetizando assim um caminho diferente rumo a um futuro melhor e retomando o sonho do Quinto Império a concretizar numa Era Lusíada, uma nova civilização que implicaria a refundação de Portugal. De entre os seus escritos destaca-se Arte de Ser Português, visando expressamente educar a juventude para a portugalidade, no sentido do português se assumir como o Homem Universal e como reacção à conjuntura nacional degradada. (Vários autores. In revista Nova Águia, nº 4. Sintra: Zéfiro, 2009)

 

publicado por Zé Guita às 09:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Portal dos Sites

.publog

.Comunidade

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post