Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

O PATRULHEIRO

Um tribunal, antes de decidir, ouve e avalia cuidadosamente tudo e todos... demoradamente, por vezes ao longo de anos...

Uma inspecção, antes de concluir, analisa e avalia pormenorizadamente os elementos disponíveis...

Um comandante não está sempre presente no local da acção nem contactável em tempo útil para dar ordens...

Um magistrado ou um advogado, antes de emitirem parecer, estudam atentamente a legislação aplicável ao caso...

Um guarda patrulheiro, verdadeiro especialista em policiamento de proximidade, numa ocorrência grave ou numa  situação de violência inopinada, não tem tempo para consultar legislação nem superior que lhe valha; regra geral está entregue a si próprio e tem que decidir e agir no momento, em interacção e sujeito aos imponderáveis do acaso.

Sem dúvida, os Direitos Humanos são para conhecer e respeitar. É claro que deve ter formação e treino para, se necessário, usar meios coercivos quanto baste para impor a ordem nos termos da Lei. É evidente que por vezes há erros e falhas na actuação, que têm de ser corrigidos e sancionados, não necessariamente na praça pública. Mas quem anda à chuva molha-se! Decerto que o guarda deve ter como modelo o super (homem) polícia. Mas também é verdade que errar é humano e, por enquanto, ainda é importante não meter no mesmo saco o polícia que erra por falha não desejada e o delinquente que age deliberadamente por dolo. E há que não embarcar no confusionismo de ver no delinquente uma víctima e no polícia um carrasco. A continuar por aqui, passamos a viver na lei da selva!

publicado por Zé Guita às 09:52
link | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim: ver "Zé Guita quem é"

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. COMPETIÇÃO OU COOPERAÇÃO ...

. DESORGANIZAÇÃO E DESORDEM

. DIA DA INDEPENDÊNCIA NACI...

. A SOCIEDADE ESPECTÁCULO

. ECONOMICISMO, OPINIÕES E ...

. LEITURAS - 2ª Edição

. APROXIMAÇÃO À MATRIZ

. MAIS QUESTÕES CANDENTES

. LEITURAS!!!

. QUESTÕES CANDENTES

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.publog

blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários